terça-feira, janeiro 17, 2006

Dar-se ao respeito

Um homem, que já cumpriu 15 anos de prisão por homicídio de um familiar e ontem reagiu a um mandato de busca atirando sobre um militar da GNR que se encontra em perigo de vida, está há 24 horas barricado numa casa de Sobral de Monte Agraço.

Segundo informa o Portugal Diário, “agentes no local ainda acreditam no diálogo”, acrescentando que “a GNR descarta por enquanto o uso da força para deter o homem”.

Quando já se viu a GNR dispersar manifestações a tiro (lembram-se do bloqueio da ponte?), causam alguma estranheza tantos pruridos para prender um criminoso reincidente.

1 Comentários:

Às 17/01/06, 20:11 , Blogger daniel tecelão disse...

As nossas forças de "segurança",sempre tiveram manifestações de pertinaz audácia com pacatos cidadãos,e ares de cobardia com os verdadeiros meliantes!!!

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar feedback [Atom]

<< Página inicial