quinta-feira, abril 08, 2021

"Nem bom vento, nem bom casamento "

 É certo que o vento de Espanha não chega a Angola,  mas um casamento é sempre possível e parece que é o que os espanhóis pretendem ao fazerem olhinhos a Angola. 

Enquanto colónia portuguesa,  Angola era a nossa jóia da coroa e ainda por lá andam algumas dezenas de milhares de portugueses. Não deixámos lá apenas a língua e a religião. Ficou lá muito da nossa cultura, e da nossa forma de estar no mundo.



0 Comentários:

Publicar um comentário

Subscrever Enviar feedback [Atom]

<< Página inicial