terça-feira, janeiro 27, 2015

Lições de grego

Talvez inspirados por esta pérola do "escritor" José Rodrigues dos Santos - "muitos dos gregos que passam a pé diante da casa do ministro da defesa são paralíticos, ou melhor, subornaram um médico para obterem uma certidão fraudulenta de deficiência que lhes permite receberem mais um subsidiozinho" - Passos Coelho e Paulo Portas também reagiram vergonhosamente à vitória do Syriza, continuando a apregoar que Portugal não é a Grécia, para além de outras tiradas de baixo jaez que envergonham Portugal.

E, no entanto, temos muito que aprender com os gregos: em menos de um mês convocaram eleições legislativas (29/12/2014), elegeram um novo parlamento, o primeiro-ministro tomou posse ontem, e o governo é empossado hoje.

Se fosse cá, ainda se andava a discutir a data das eleições.
De facto, não somos a Grécia...

1 Comentários:

Às 28/01/15, 11:22 , Blogger J. Cosme disse...

É mesmo preciso não ter vergonha na cara para, sendo "jornalista", acusar um povo inteiro, ainda por cima um povo com a cerviz direita, de aldabrão, corrupto e preguiçoso.
Para aumentar a vergonha, fez aquelas afirmações à frente da casa do antigo ministro da defesa da Grécia, que está preso, em prisão perpétua, por ter roubado dinheiro ao povo, (vejam bem!!!) na compra de submarinos à Alemanha!!!
Este cavalheiro, armado em escrevinhador de "sucesso", é um alarve ao serviço dos bandalhos que desgovernam o nosso pobre país de "paralíticos, doentes, preguiçosos e incompetentes".

Atenão! Não sou eu que faço estas afirmações. São os nossos "amigos" do norte, alemães incluidos.
Miseráveis.

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial