segunda-feira, março 09, 2015

O pior Passos Coelho

Nos últimos dias, tem havido comentadores a distinguir o Passos Coelho cidadão do Passos Coelho primeiro-ministro. Na generalidade fazem-no, tentando colar ao Passos-cidadão as trafulhices em que se tem envolvido desde que é adulto.

Ao tentarem desculpar o Passos Coelho primeiro-ministro, estes comentadores esquecem uma questão fundamental: quem se guindou a presidente do PSD e depois a primeiro-ministro foi o cidadão Passos Coelho, o das trafulhices.
Por outro lado, se o cidadão Passos Coelho é opaco a esclarecer os seus rendimentos e não hesita em fugir às suas obrigações fiscais, o primeiro-ministro Passos Coelho em vez de pedir desculpa e esclarecer as circunstâncias dos episódios em que se envolveu enquanto cidadão, começa por negar as evidências e, quando se vê encurralado,  ainda tem a cara de pau de se armar em vítima.


Há gente que ainda não percebeu que o pior Passos Coelho é o único que existe: um cobarde que ataca quem está na mó de baixo (pensionistas, trabalhadores, a Grécia, Sócrates preso) e, ao sentir-se apertado, tenta escapar pela porta dos fundos. 

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial