segunda-feira, agosto 22, 2016

A medalha

Melhor que ouro foi a medalha que o maratonista etíope,  Feyisa Lília,  ganhou ao lembrar ao mundo o que o mundo não quer ouvir: "o governo está a matar o meu povo".

Enquanto os atletas de alguns países culpam os respectivos governos pelas suas decepcionantes prestações, outros usam as medalhas que conquistam para lutar pela liberdade do seu povo.

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial