sexta-feira, outubro 07, 2016

As mulheres contra Guterres


Cinco dos candidatos eram homens outros tantos mulheres, que tinham a apoia-las uma organização criada com o objectivo de eleger uma mulher, não importando qual, de tal modo que a oportunista e nada cristalina Gregorieva é apresentada no site da organização como a mulher da semana. Terá sido por ela que a referida qorganização rasgou as vestes,  insultando gregos e troianos, mal soube da eleição de António Guterres...

Os argumentos desta organização a favor das concorrentes-mulheres eram simples e populistas: até agora só houve homens à frente da ONU, está na hora das mulheres.
Se querem mesmo igualdade, ficamos a aguardar que na próxima vez apoiem uma candidata não apenas por ser mulher, tal e qual como se exige aos homens.

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial