sexta-feira, junho 14, 2013

Nulo, ridículo e ilegal


“…-Por ter chamado ao Presidente da República "chulo", "ladrão" e "gatuno" e por ter lhe ter dito "vai trabalhar, mas é” , um homem de 25 anos foi preso, julgado e condenado a pagar 1300 euros de multa.
O pretenso crime à honra do Presidente da República ocorreu durante os protestos que acompanharam as cerimónias do 10 de Junho, em Elvas: O tribunal desta comarca quis mostrar trabalhio e apressou-se a condenar o homem. Meteu água: Não respeitou o formalismo do processo penal e provocou uma nulidade insanável...

2 Comentários:

Às 14/06/13, 23:21 , Blogger J. Cosme disse...

Uma "nulidade insanável" a somar a outra de igual valor só pode resultar numa soma de valor zero.
Salvem-nos as comemorações para não esquecermos as noções fundamentais da álgebra!

PS.
Avisto da janela do meu quarto, nos mares do sul, o imponente semestre lo e a distante Andrómeda, cuja luz foi gerada no tempo em que ainda andávamos a saltar de árvore em árvore.
Alguns, infelizmente, nunca deixaram de o fazer...

 
Às 15/06/13, 04:02 , Blogger Margarida Rodrigues disse...

Aprecio muito o seu blog. Todos os dias tenho visitado o mesmo e delicio-me com os seus posts. Espero que continue com o bom trabalho.

Cumprimentos

Margarida Rodrigues Fonseca Dias
http://www.europeanemaildatabases.com

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial