quinta-feira, novembro 05, 2015

O abraço do urso

O cordão humano que pretendia ligar a sede do PS à  do PSD ficou curto.  Faltou poucochinho, dizem as notícias.

Não questiono a boas intenções das pessoas que se deram a este trabalho.
Mas de boas intenções está o inferno cheio. Se o PS caísse na esparrela de se aliar à PaF, morria politicamente ou, na melhor das hipóteses, ficaria tão debilitado que passaria pelo menos uma geração sem se aproximar do poder.
Este cordão é muito parecido com o abraço de um urso.

2 Comentários:

Às 05/11/15, 13:58 , Blogger Célia disse...

António Costa, desde as eleições internas do PS, disse sempre que nunca se coligaria com a direita, ou contribuiria para a formação de um centrão. Contrariando a "narrativa" da direita e alguns socialistas com problemas de identidade, eu jamais votaria PS se soubesse que iria coligar-se com os páfiosos!
Não acredito muito na espontaneidade de alguns movimentos, a não ser que tenham falta de memória

 
Às 07/11/15, 19:39 , Blogger J. Cosme disse...

Aqui, à minha porta, era um cordel pífio, daqueles que ao primeiro puxão rebentam.
Eu próprio me encarreguei de lhes estragar a festa...

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial