segunda-feira, maio 23, 2016

Jornais e jornalistas

No entanto, nenhum jornal ou televisão se atreveu a insinuar sequer que tinham sido  pagos para isso.

Porém, bastou serem divulgados os nomes de alguns jogadores investigados no processo  "jogo duplo" para jornais e televisões os condenaram na praça pública mostrando as jogadas em que supostamente terão sido "comprados", as quais são bem menos óbvias do que algumas do jogo da final da Taça de Portugal que terminaram em golos...

A presunção de inocência antes de haver uma condenação transitada em julgado é uma obrigação também do jornalismo português que a viola impunemente.


1 Comentários:

Às 23/05/16, 09:07 , Blogger Célia disse...

Assusta vermos o princípio da presunção da inocência a ser espezinhado diariamente...

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial