terça-feira, junho 07, 2016

Os passa-culpas

Por definição, quem não assume responsabilidade pelo que faz e tenta responsabilizar outrem, é  um cobarde.

As declarações de dirigentes do CDS e do do PSD, culpando o actual governo pelas eventuais sanções pelo deficit excessivo em 2015, são areia para os olhos dos portugueses e descarada demagogia.
Quem governou o país até Novembro de 2015, com um orçamento de esbulho como em todos os anos que governou, foi a coligação Passos/Portas. 
Não podem Passos Coelho, ou Assunção Cristas, invocar agora inocência no défice excessivo de 2015, quando, conscientemente, sacrificaram o deficit aos objectivos eleitorais da PaF.

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial