domingo, maio 29, 2016

Rua com eles

Depois de levarem com os pés do Presidente da República, da Procuradoria Geral da República e  do Tribunal de Contas,  resta aos colégios  que querem continuar a ser subsidiados pelo orçamento do estado pintar as ruas de amarelo e aproveitar a boleia dos média, sempre prontos a alinhar com o ultramontanismo beato. 

Já se viu que as reclamações desta gente não têm qualquer base legal, nem tão pouco  o choradinho das redações ditadas às criancinhas lhes dá razão. Pelo contrário, provam  que a educação nessas escolas deixa muito a desejar.

As leis do país são elaborados pela Assembleia da República eleita pelo povo com respeito pela constituição da Republica, algo que as homilias do cardeal de Lisboa, e dos restantes bispos que querem continuar a obter lucros dos seus colégios à custa do orçamento do estado, só por coincidência têm em conta.

Porém, nem as homilias em defesa dos seus colégios elitistas têm força de lei, nem os anátemas  que exorcizam chegam ao céu, porque o que os move é o  dinheirinho dos nossos impostos.  

1 Comentários:

Às 30/05/16, 09:44 , Anonymous Anónimo disse...

São e sempre foram os chulos do Estado, debaixo da sotaina e das palavras mansas ,e que pouco
querem saber dos pobres e necessitados,já que estes quando precisam são olhados de lado,por
outro lado, o Papa Francisco não aprova esta forma de estar perante o povo e estes interesses
instalados .

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial