sábado, setembro 15, 2012

Águas turvas

Irresponsáveis incompetentes, imaturos, radicais, antissociais, de tudo isso, e mais uns pozinhos, se fez o governo de Passos Coelho. Provocar uma crise política ao fim de pouco mais de um ano de exercício, não é para qualquer primeiro-ministro, mas só surpreende quem ache natural que Relvas continue a ser ministro, ou que, na atual conjuntura, tirar dinheiro a trabalhadores para dar aos patrões seja uma ideia brilhante.
Como ninguém percebe a salgalhada em que o governo nos meteu, sem dar mostras de querer alterar o rumo, antes que o caldo azede, o Presidente Cavaco Silva, quiçá o principal responsável pela tomada do poder por este naipe de incompetentes imaturos, convocou o Conselho de Estado, a ver se consegue disfarçar a porcaria que ajudou a amontoar.
O que Cavaco pretende é arrefecer os ânimos para que tudo fique na mesma.
O que o país precisa é separar as águas para sair do atoleiro.

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial