sexta-feira, março 29, 2013

Os inimigos de Sócrates


Em Portugal não há jornalistas imparciais. Bom, talvez haja dois ou três, mas mal se dá por eles.
A generalidade obedece a uma agenda política e nem sequer a disfarça. Como os meios de comunicação social estão nas mãos da direita, não é de estranhar que os jornalistas que contratam tenham a mesma orientação ideológica..
Dai chegarmos a uma situação em que o que se lê, o que se vê e o que se ouve, nos meios de comunicação sobre a realidade política, apareça formatado pelos moldes da direita. Constatar que tudo isto aconteceu num cenário democrático, sem censura e com liberdade de expressão, equivale a ter de reconhecer que a situação actual da comunicação social portuguesa, no que respeita à diversidade de opções ao dispor do público, é tão monocromática, ou talvez ainda mais, do que a situação anterior ao 25 de Abril.
De facto, não existem hoje meios de comunicação comparáveis ao Diário de. Lisboa, ou ao República do período marcelista. Até o Expresso do período anterior à Revolução dos Cravos teria vergonha do actual, dirigido pelos anoezinhos da SIC Notícias que não toleram quem os contradiz.
 O que terá isto a ver com José Sócrates, perguntarão. Tudo.  Em todas as campanhas urdidas contra Sócrates houve jornalistas envolvidos e não eram todos do Correio da Manhã.  Eles continuam por aí...

2 Comentários:

Às 29/03/13, 10:52 , Anonymous Anónimo disse...

Este post pode ser bem ilustrado com a incrivel análise de Helena Garrido no JNegócios a propósito das afirmações de Sócrates em relação ao crescimento da divida! Leia-se pq é de antologia !!! :)

http://www.jornaldenegocios.pt/economia/financas_publicas/detalhe/socrates_diz_que_subiu_mais_com_o_actual_governo___verdade.html

 
Às 29/03/13, 13:58 , Anonymous Anónimo disse...

São os jornaleiros e comentadeiros
muitos titulados como profes universitários! todos a "mamarem"
no mal dizer em busca do tal "tacho"
que os "patrões" podem oferecer!
Ex. paradigmático CAAmorim um cevado
e engraxador do relvas!!!

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial