quarta-feira, maio 01, 2013

Acertar na democracia

Depois de muita previsão falhada e dos erros de cálculo grosseiros e repetidos, o primeiro-ministro tirou uma conclusão brilhante:  Em democracia as contas não batem certas.
Neste primeiro de Maio esperavam-se algumas surpresas: Tudo à borla no Pingo Doce, A UGT aos abraços à CGTP, o Relvas a cantar a Grândola, Cavaco Silva a comer bolo-rei  ao som da Internacional, Gaspar a acertar em qualquer coisa…
Mas não lembrava ao careca que o primeiro-ministro escolhesse o primeiro de Maio para se desculpar do desemprego e dos cortes nos salários e pensões, culpando a democracia.
Não sei se ele sabe fazer contas, mas vê-se que não acerta com a democracia.

1 Comentários:

Às 01/05/13, 20:43 , Blogger J. Cosme disse...

Só faltava esta : um pro fascista a desculpar - se com a democracia.
A quem já ouvimos isto?!
Não é de pasmar: ao manhosas!!!
Se isto não é uma provocação, como a do ano passado do sr. Alexandre, é o quê?

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial