segunda-feira, dezembro 21, 2015

O último porto de África

As greves de estivadores causam sempre alvoroço. São dramáticas. 
No porto de Lisboa há uma greve condicionada à utilização de trabalhadores precários, o que ainda não aconteceu. Ao contrário de outros portos, em particular do de Leixões, onde "a maioria trabalha em regime de prestação de serviços ou com contratos diários", os estivadores do porto de Lisboa não toleram ser substituídos por "pessoas estranhas ao trabalho portuário",

A avaliar pelo que se passa em Leixões, um porto conhecido como o "último porto de África para quem vem do Sul",  não será Lisboa que está mal...


0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial