sexta-feira, março 25, 2016

Os anos do desespero

Em finais do século XIX houve um compositor francês que incluiu numa sua ópera um verso onde afirmava taxativamente: "Les portugais sont toujours gais". Traduzindo, "os portugueses são (ou estão) sempre alegres"

Ainda durante a primeira metade do século XX se ouvia esta expressão a propósito de tudo e de nada.

Porém, segundo um relatório recente da Direcção Geral da Saúde, tal afirmação perdeu aderência à  realidade pois “Portugal é dos países onde a depressão assume maior gravidade”, acrescentando que "a crise económica vivida nos últimos anos fez aumentar o desespero.

O responsável por esses "últimos anos" continua por aí de bandeirinha na lapela a fingir que não é nada com ele. 

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial