sexta-feira, abril 01, 2016

O PSD regressa hoje à social-democracia


É um desejo legítimo, mas nada aponta para que tal aconteça. Actualmente o PSD apenas se distingue do CDS por ser menos beato, embora tanto num como noutro a prática cristã se limite aos rituais.

O PSD de Passos Coelho ultrapassou o CDS pela direita deixando o que resta do centro político para o PS que preferiu aliar-se à esquerda.
A reacção do PSD a esta aliança, negando a legitimidade  do parlamento para apoiar o governo do PS, teve  como consequência o seu enquistamento, automarginalizando-se ao ponto de ser acusado de "ficar à porta da democracia" sem coragem para fazer parte dela.

Com Passos Coelho a liderar, a social-democracia não regressará  ao PSD e a própria democracia corre riscos, como ficou provado pelos quatro anos em que governou.

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial