sexta-feira, novembro 11, 2016

A nova muralha da China

Está por confirmar se a construção de um muro para fechar totalmente a fronteira do México (mais de 3000 quilómetros) vai mesmo avançar, ou a promessa/ameaça de Donald Trump foi fanfarronice eleitoral.
Ao fazer essa promessa, Trump vangloriou-se de saber construir muros, algo que chineses e egípcios sabiam muitos séculos antes de Cristo.
Se nem a muralha chinesa impediu as invasões dos mongóis, nem a linha Maginot evitou que os tanques de Hitler invadissem a França, nem o mar Mediterrâneo impede os refugiados de chegar à Europa, também o muro de Trump não acabará com a imigração ilegal nos Estados Unidos. Do Atlântico ao Pacífico, passando pelo golfo do México, há muito mar para lá chegar. 

Para limpar a face, provavelmente Trump vai limitar-se a reforçar os muros existentes em cerca de um terço da fronteira, cuja construção teve início no tempo de Bill Clinton...

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial