terça-feira, março 21, 2017

De mal a pior

Não se pode gastar o dinheiro em copos e mulheres e logo depois pedir ajuda"

Jeroen Dijsselbloem, ministro das finanças da Holanda que preside ao Eurogrupo, saiu-se com esta alarvidade, atacando os países do sul da Europa.

Acaba de ser derrotado nas eleições do seu país e está certamente afectado pela azia, mas há muito que devia ter sido afastado do Eurogrupo. 

Ele o seu mentor Wolfgang Schäuble, são os principais responsáveis da crise do Euro e do crescente descrédito dos cidadãos na Comunidade Europeia.

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial