quarta-feira, abril 05, 2017

Eu também...

"Dias Loureiro ficou "estarrecido e preocupado" com arquivamento de inquérito. "

2 Comentários:

Às 05/04/17, 20:44 , Blogger josé neves disse...

Toda a gente vê, sente e pensa e fica estarrecida, contudo, toda a gente come e cala como se toda a gente tivessse e sentisse culpas próprias que tem de pagar numa catarse colectiva.
Toda a gente viu o brutal assalto ao banco perpretrado pelos seus dirigentes e comparsas do BPN, todos do alto escol do cavaquismo.
Toda a gente viu o brutal golpe dado por ministros de um governo que a horas de ser substituído despacha favoravelmente para dar carta branca ao DDT para fazer, à sua vontade, o que pretendia embora isso fosse ilegal. Mais tarde um senhor depositar em conta do CDS cheques em catadupa mas o senhor capelo, afinal era ilegal e desconhecido; logo arquive-se.
Toda a gente viu, e os alemães viram melhor, que uns milhões foram gastos em Portugal para caso de corrupção na compra dos submarinos e pandures depois de trocas e baldrocas de fornecedores e dos contratos. Uma oportuníssima lei de legalizaçõo de capitais expatriados serviu de bandeja e à la carte para perder o rasto da massa e isso servir para arquivar o processo dado não ser possível ir atrás do rasto do dinheiro.
Toda a gente está a ver, igualmente como nos casos anteriores, o apagão das finanças na expatriação, em tempo e modos cirurgicos, para offshores de avultados montantes. Contudo nada bule na anormalidade e nem sequer uma pequena insinuação de ligações entre acontecimentos tão oportunamente ocasionais. Nada.

Agora reparem no processo "marquês" como as coisas se fazem e desfazem, acontecem num lado e desacontecem para aparecer noutro, as insinuações de ligações são aos molhos de todos os lados mas logo aparecem mais ligações e desligações de outros e se vai prá frente e pra tás, se anda ora de lado ora de frente ora de cernelha numa pega absurda em que se quer encurralar o touro, os cavalos,as chocas, os toureiros, os bandarilhas, os tratadores, a assistência e os vizinhos para tornar intratável o caso e este possa ser decidido conforme pretendido apenas com base numa convicção dos perseguidores que se baste a si mesma para "provar" o improvável.

Ora, pensando racionalmente, comparando a lógica do procedimento nos casos anteriores como em mais este do dias loureiro que provam claramente dois tratamentos, dois pesos e duas medidas para tratar casos da mesma natureza, e até nos outros, com indícios claros e fortes na mão sendo apenas preciso fechar a mão e não sacudi-la,dizia, pensando racionalmente que conclusão devemos tirar?
A estupidez de homens mesquinhos conduzidos pelo desejo de vingança pessoal e política e que para tal desrespeitam a Lei, a Justiça e a Democracia usando os poderes outorgados para abusar deles e das pessoas que belisquem a sua intocabilidade.

 
Às 06/04/17, 14:37 , Blogger J. Cosme disse...

Também eu... E esta deve ser a única opinião que tenho em comum com esta sinistra figura.

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial