domingo, abril 30, 2017

Os rolhas de Passos Coelho


Alguém se lembra de uma "instituição", tipo Teodora Cardoso ou Carlos Costa,  o criticar enquanto esteve no governo?
Ninguém e a razão é simples: Quando Passos se apoderou do pote, os que não eram da sua cor foram substituídos, os outros afinavam pelo mesmo diapasão. 
Ou seja, Passos Coelho só sabe conviver com gente da sua cor. 

O  governo actual convive com os que são da sua cor e com outros, mas não é obrigado a concordar nem com uns nem com outros, porque a independência tem dois sentidos.

Parece que a cabeça de Passos Coelho não alcança este conceito de independência, mas isso é problema de quem se "formou" nas tricas das juventudes partidárias e perdeu o comboio duma educação a sério.  
É a vida.

    

1 Comentários:

Às 01/05/17, 22:28 , Anonymous S. Bagonha disse...

Pudesse ele! Basta lembrar as cobras e lagartos que ele disse do Tribunal Constitucional.
Um trafulha sem vergonha é o que ele é.

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial