segunda-feira, março 05, 2018

Comboios, romantismo e desenvolvimento

A máquina  vapor é uma invenção do dealbar século XVIII, mais precisamente de 1698. Provavelmente a esta invenção se deve a revolução industrial, a revolução francesa, a democracia e o próprio comunismo...

Não vou argumentar em favor destas teses, mas ninguém duvida que foi a máquina a vapor que viabilizou a aparecimento dos comboios, facilitando as comunicações e as relações entre os povos.
Viajei e tenho memória dos comboios com locomotivas a vapor em várias linhas do país, com destaque para as linhas da beira alta e da beira baixa, sem esquecer a saudosa linha do  Corgo de bitola estreita, de que só resta a memória...

Quando tenho notícias de que vai surgir uma nova linha férrea ( Évora - Elvas), que nos  vai ligar á rede europeia de transporte de mercadorias, é motivo para festejar, até porque não me lembro de em toda a minha vida, que já vai longa, ter sido construída uma via férrea de raiz...


1 Comentários:

Às 06/03/18, 08:30 , Anonymous Anónimo disse...

Seguramente viu fechar muitas mas, no entanto, viu abrir muitas auto-estradas com muitas faixas de rodagem e usadas por poucos carros. Critérios (maus) de desenvolvimento.

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial