domingo, julho 15, 2018

Alarmes à solta

O rocambolesco  desaparecimento de material de guerra em Tancos teve um novo desenvolvimento com a suspeita de que ainda haverá material que não foi recuperado, contrariando as conclusões da polícia judiciária militar.

Esta notícia, que fez capa no Expresso de ontem citando o Ministério Público sob o título "Ainda há explosivos de Tancos à solta", terá causado surpresa nos meios militares que afirmam não dispor de dados para concluir que a listagem do MP  corresponde à verdade, remetendo para a investigação civil (PJ e MP) o ónus de informar o Presidente da República, que reagiu a quente à notícia, como o PSD e o CDS.

Como este ano ainda não houve incêndios...

2 Comentários:

Às 15/07/18, 17:57 , Blogger J. Cosme disse...

Não digas a ninguém nas eu sei onde estão guardados esses explosivos... Mas não digo a ninguém. Faço como os "jornalistas" do Espesso e do Mail da Manha.
Sua Ex ia o PR deve perguntar-lhes como souberam depois de tantos meses de investigação.

 
Às 15/07/18, 21:37 , Blogger António dos Santos disse...

Foi o arranque da "silly season"! A cereja no topo do bolo foi colocada
pelo Ganda Nóia no seu comentário na SIC a saber; criar com urgência uma
(mais uma) Comissão de Inquérito na A.R.!?!
O grande objectivo da direita é fazer cair o Ministro da Defesa por este
não ter guardado bem os paióis de Tancos, é tão inconsistente esta última
manobra ... o único dado certo, é a falta de munições de 9mm com venda
assegurada no mercado negro por ser usada em caça especial!!!

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial