quinta-feira, julho 30, 2015

Medo e os fantasmas

A coligação PSD/CDS apresentou finalmente qualquer coisa a que chamou programa eleitoral. Tal como a famosa folha de papel em que Portas rabiscou a "sua" reforma do estado, também este não convence ninguém e não é mais do que a repetição da cassete com que têm chantagiado os portugueses: ou votam em nós ou acaba o mundo.

"Pouco programa e muito medo", diz o Público, perante a criminosa campanha de intimidação.



1 Comentários:

Às 31/07/15, 23:24 , Blogger Célia disse...

Custa-me ver uma oposição pouco assertiva, quer na desmontagem das narrativas já cristalizadas nas palavras dos cidadãos anónimos, quer na defesa veemente do seu documento, bem estribado, de intenções políticas. É tudo muito mole, é tudo muito politicamente correto! Estou dececionada!
Tanta oportunidade desperdiçada. Um governo que insiste olhar para o passado e invoca o papão e o homem do saco a meter medo a um país que, infelizmente, parece abúlico. Uma sociedade paralisada pelo medo é uma sociedade indefesa.

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial