terça-feira, outubro 20, 2015

A rasteira

Ao convidar António Costa para o governo, sabendo de antemão que ele não aceitaria porque já o tinha recusado, Passos Coelho fez mais um número de cinismo a que já nos habituou.  
Aliás,  sendo uma armadilha, o convite é também uma prova da má-fé com que Passos Coelho  negociou.

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial