quarta-feira, abril 20, 2016

Má pinta

Já percebi que não quer assumir-me como filha. Só me resta pedir-lhe que me ajude


O caso vem relatado no público e conta a história de um comendador cravejado de honrarias pelo estado português, que apesar de os testes de ADN provarem ser pai da actriz Marina Santiago e os tribunais  terem reconhecido essa paternidade, continua  a recusar à filha o direito inalienável a ter um pai, e ainda a persegue com a força do poderio económico que tem por trás.

Num estado decente, o dono da FERPINTA  já estaria despojado das honrarias que os seus milhões lhe granjearam, e teria sobre si vários processos  por violação dos  direitos humanos, incluindo a violação dos direitos das crianças. 

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial