sábado, abril 30, 2016

"Para a nossa direita radical, o Papa é do MRPP

"Peço desculpa ao Papa por usar o seu Santo nome em vão. Peço desculpa ao MRPP ao chamá-lo para estas coisas entre a santidade e asneira. Mas é muito interessante ver aquilo que são os bas-fondsda nossa direita radical, entre comentários, blogues e twitter. 

Não, não estou a falar do PNR, estou a falar de apoiantes do PSD e do CDS, do extinto PAF, muitos “jotas”, mas também gente adulta que enfileirou nos últimos cinco anos do “ajustamento”, vindas de alguns think tanks e amadores da manipulação comunicacional que se formaram nestes anos. São também alguns colunistas no Observador, no Sol, no extinto Diário Económico e nos sites que estes jornais patrocinam com colaboração gratuita para formar uma rede de opinião que funciona para pressionar os órgãos de comunicação que, muitas vezes, de forma muito irresponsável, a ampliam em “informação” como oriunda das “redes sociais”.
 Não são um grupo muito numeroso, mas escrevem todos os dias e em quantidade, parecem estar de patrulha nas caixas de comentários e no twitter e são muito agressivos. Não se coíbem em usar citações falsas ou manipuladas, boatos, calúnias e insultos (Costa é o “monhé” e o “chamuça”, por exemplo).
 É na vida política portuguesa um fenómeno novo e não adianta dizer que o mesmo existe à esquerda, porque não é verdade."

1 Comentários:

Às 01/05/16, 12:57 , Blogger J. Cosme disse...

É a quinta coluna fascista a funcionar em pleno. É imperioso desmascará-la sem descanso, porque se trata de criminosos, muitas vezes sem cara, que têm por único objetivo destruir a democracia usando-a para concretizar os seus crimes. Por favor, não confundam liberdade de expressão com isto...

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial