segunda-feira, junho 05, 2017

Make América smaller

Acontece muito: Uma coisa são as promessas eleitorais, outra bem diferente é o que acontece quando se abocanha o pote ("vocês sabem do que estou a falar... ") 
Com Trump está à acontecer o mesmo: prometeu fazer a América maior (make América greater), mas as decisões que toma vão no sentido inverso. 
Ao renunciar ao Acordo de Paris, o presidente juntou os Estados Unidos da América à Síria e à Nicarágua na luta pela destruição do planeta. Ao mesmo tempo deixa caminho livre à China para liderar mais de centena e meia de países que estão do outro lado da barricada, defendendo o planeta Terra. 
Se isto não é fazer a América mais pequena, então a lógica é uma batata podre...

1 Comentários:

Às 05/06/17, 16:55 , Anonymous João Pedro Lopes disse...

Por acaso não concordo...
Trump está a cumprir a promessa eleitoral, uma entre outras pelas quais foi eleito.
Acho mesmo que quando assina pela destruição acelerada do planeta, pela privação de cuidados de saúde aos que menos podem ou pela expulsão indiscriminada de imigrantes, na mão dele são milhões de votantes movidos pela ignorância, ganância ou ódio.
Não enganou ninguém e ninguém decente votou nele.
''Basket of deplorables'' é elogioso para essa horda de inúteis.

Agradeçamos a cada uma destas nódoas de cidadania e humanidade o presente que deram ao mundo.

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial