sexta-feira, janeiro 05, 2018

Santana vs Rio

O país assistiu a um debate onde o prato forte foras tricas. Se em vez de tricas, o Rui Rio tivesse trazido uma dose de tripas...
O que ontem vimos foram dois políticos datados, cada um à sua maneira: Santana regressou ao estilo de "menino guerreiro", interrompendo amiúde o  adversário, um modelo de debate muito em voga nos anos oitenta do século passado, que já não pega. Para além disso, tentou convencer-nos de que o culpado das trapalhadas que arranjou  quando herdou o cargo de primeiro-ministro de Durão Barroso foi o presidente Jorge Sampaio. Uma trapalhada!

Por seu lado Rui Rio, sempre no estilo "não me comprometa", não conseguiu desembaraçar-se da acusação de ter sido simpático com António Costa quando ambos eram presidentes de câmara, o que para Santana parece ser impedimento  para ser líder do PSD. Embora ser malcriado e agressivo com adversários políticos ainda tenha seguidores (vide Assunção Cristas),  a boa educação e a tolerância nunca fizeram mal à democracia e o povo sabe valorizá-la, como mostram as sondagens.

Por fim, sendo bons seguidores do guru de Belém esperava-se que dissessem como pensam reinventar o país, mas também nisso ficámos em branco. 

Uma perda de tempo.

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial