sexta-feira, outubro 12, 2012

Em desespero



Sempre rodeados de guarda-costas, saem pelas portas das traseiras, evitando os espaços públicos. A rua aterroriza-os. É preciso recuar a antes do 25 de Abril para encontrar tanta animosidade e distanciamento  entre governantes e governados.
Tudo isto é fruto da política de esbulho público e privado, levada a cabo por um governo de fundamentalistas frios e indiferentes à miséria que provocam. Nada os demove na sua cruzada de redenção da confiança dos mercados, onde esperam alcançar o êxtase.
Mas também neles a fé começa a fraquejar e entram em desespero…

2 Comentários:

Às 12/10/12, 16:37 , Blogger C Valente disse...

Passos Coelho = Piegas Cobardolas = Pinóquio Compulsivo, presente PM = Passos Mentiroso define o carácter de tal pessoa, pelo que nada se pode esperar de bom. Parasitou na vida e só tem experiência de vendilhão aprendido na JSD

 
Às 13/10/12, 15:55 , Blogger J. Cosme disse...

Gostaria de dizer, cara a cara, a esse cobardolas, que não hesita em fazer velhos apelos aos velhos e relhos sentimentos anticomunistas do zé povinho, que escusa de se esforçar usando esse ordináeio e reles argumento.
Eu, entre muitos, cá estarei, do lado de cá, para lhe re3sponder à letra: Fora com os badalhos fascistas que usurparam o poder em Portugal! Fora com eles, se for preciso à bofetada.
Quem se julgará esse miserável esbulhador dos pobres e remediados deste país, para proferir ameaças?
Que raça de miserável é ele que prefere pagar as suas contas à cust do povo, não hesitando em ficar a dever a este o pobre sustento conseguido com uma vida de trabalho?
Será que esse ordinário sabe o que é trabalhar e ser explorado?
Um dia pagará a fatura, com juros que ele nem imagina.

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial