segunda-feira, janeiro 18, 2016

Generais, soldados e cheerleaders

A campanha presidencial vai morna. Uns julgam-se generais e nem foram à tropa. Outros assumem-se soldados rasos sem passar pela recruta. Há quem queira parecer cheerleader mas a idade não perdoa e não basta pintar o cabelo.

Valha-nos Santa Mari(s)a...

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial