quarta-feira, janeiro 06, 2016

Resposta a Cavaco

Apesar de estar de saída, sempre que pode, Cavaco Silva lança farpas ao governo que foi obrigado a empossar.
Recentemente afirmou que na política económica a "realidade acaba sempre por derrotar a ideologia".
Por ideologia, o homem de Boliqueime só reconhece a de esquerda, como se a direita não tivesse ideologia. Já se sabia que o fascismo foi um detalhe que nunca perturbou Cavaco Silva, mas, como refere Sampaio da Novoa, não é preciso recuar tanto para mostrar um exemplo da governação preferida pelo ainda Presidente da República.


Finalmente ouve-se uma voz que centra a campanha eleitoral onde deve estar, não alinhando nas troca-tintas de Marcelo Rebelo de Sousa nem nas meias-tintas de Maria de Belém.

1 Comentários:

Às 06/01/16, 10:17 , Blogger Célia disse...

O homem de Boliqueime proferiu essas palavras num exercício de autoflagelação, mas sem se dar conta! Coitada da criatura coninua a viver numa dimensão paralela à realidade. Muito sua.

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial