terça-feira, janeiro 31, 2017

O exemplo turco

Aproveitando um golpe de estado falhado - que não se livra da fama de ter sido simulado -, as prisões turcas encheram-se de supostos golpistas, sobretudo "perigosos" funcionários públicos e jornalistas...
Trump ainda não chegou a tanto, mas o afastamento da procuradora por questionar a legalidade dos decretos anti-imigração, que à luz do direito internacional são de facto ilegais, e a estranheza dos seus conselheiros por nenhum jornalista ou comentador que se pronunciaram contra o presidente ter sido demitido, prova que a ameaça da caça às bruxas não é vã.

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial