sexta-feira, junho 30, 2017

O governo não é um guarda-chuva

A ideia de que o governo é responsável por todas as tragédias que nos podem acontecer, além de errada é perigosa.
Porém é esta a mensagem que alguns meios de comunicação, e os políticos quando na oposição, tentam passar para a população. 
Se ninguém cumpre a lei que determina a limpeza das matas e das bermas das estradas, que se incendeiam aos primeiros calores do verão, a culpa é do governo.
Se os municípios autorizam as pessoas a viver rodeadas de florestas que ardem todos os anos, a culpa é do governo.
Se os bombeiros não conseguem apagar um fogo sob a pressão de um vento ciclónico  (como se alguém conseguisse...), a culpa é do governo.

Se as nossas florestas estão vocacionadas para se transformarem em papel, a probabilidade de arderem durante o verão quente e seco é muito grande e as estatísticas demonstram-no.
Enquanto estas condições se mantiverem, podem mudar os governos que os incêndios vão continuar. Culpar os governos não resolve o problema. 
É a cultura, estupidos!

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial