segunda-feira, junho 12, 2017

A vergonha

Passos Coelho sempre teve o mesmo programa político: tirar aos pobres para dar aos ricos, aos trabalhadores para dar aos patrões e ao estado para entregar a quem calhou. 
Quando acabou a sua governação, a maioria dos portugueses estava muito mais pobre e o estado perdera a EDP, a REN, os CTT, a ANA e a TAP. 
Peço desculpa se alguma privatização me escapou, mas estes exemplos são suficientes para calcular a dimensão do esbulho e do prejuízo causado pelo governo de Passos Coelho ao país. Tirando a TAP, cuja privatização o actual governo do PS reduziu para menos de 50%, todas as outras empresas  eram rentáveis e davam dividendos ao estado. Agora dão aos chineses (EDP e REN), franceses (ANA) e outros accionistas.

Vem isto a propósito das declarações de Passos criticando a nomeação de um administrador para a TAP, empresa que vendeu na véspera de deixar o governo, quando já tinha perdido as eleições que deram a vitória aos partidos de esquerda e tinha sido demitido. Que falta de vergonha!


1 Comentários:

Às 12/06/17, 10:56 , Anonymous Francisco disse...

Deve acrescentar a PT por via da alienação da golden share sem qq contrapartida.

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial