sábado, junho 17, 2017

Admirável!

É o mínimo que se pode de dizer da coragem e da visão estratégica do ministro das finanças, Mário Centeno. 
Contra a opinião dos que têm voz na Europa, num ano reverteu a politica desastrosa herdada do anterior governo, reduziu o deficit, pôs a economia e o emprego a crescer e provou que havia alternativa à cartilha da austeridade que a generalidade dos comentadores ditos economistas adoptou e impôs  ao país durante o malfadado governo de Passos Coelho. 
Provou não só isso, como provou também que a alternativa que seguiu é de longe melhor para o país e para o povo, contrariamente aos maus agoiros dos radicais internos e externos, vendidos aos interesses financeiros que apostam na desvalorização do trabalho em beneficio do capital.
A saída do procedimento por deficit excessivo é mais uma conquista dum governo que teve de enfrentar a desconfiança externa e uma oposição interna que nunca aceitou esta solução governativa, não hesitando em pressionar os aliados estrangeiros contra o governo de Portugal, uma conduta que raiou as fronteiras da traição.


Políticos como Centeno é o que Portugal precisa. De animadores de feira estamos fartos.   



  

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial