segunda-feira, julho 10, 2017

Sem perdão



No mesmo dia, duas noticias dão conta de trabalhadores que se aproveitaram dos seus cargos para se apoderarem do que não lhes pertencia. 

Em qualquer dos casos há uma clara falta de responsabilidade da respectiva gestão. No episódio dos Açores os crimes ocorreram entre 2004 e 2016 e se durante mais de dez anos  ninguém deu pela falta da massa é porque não havia controle...
Relativamente aos 25 funcionários das bagagens do Aeroporto, parece que os chefes nunca os viram abrir  as malas donde roubavam o que lhes apetecia, nem se preocupavam em averiguar as reclamações dos passageiros, que certamente houve. 

Ambos os  casos configuram razões  suficientes para despedimentos com justa causa, para além das respectivas responsabilidades criminais. 
Porém, as noticias nada referem sobre o que aconteceu aos responsáveis pela gestão dos respectivos serviços, cuja negligência permitiu os crimes. 

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial