terça-feira, setembro 12, 2017

Furto de Tancos

O hipotético desaparecimento de material de guerra armazenado em Tancos está a deixar muita gente nervosa.
Por enquanto, porém, este furto ainda não passou de um "alegado furto", a não ser que os nervosos do PSD/CDS e comentadores conexos tenham  acesso a informações que os investigadores desconhecem. 

Se um alegado furto, ou outro qualquer alegado acontecimento ainda não provado, faz rolar a cabeça de ministros, talvez vivamos num alegado estado de direito...

Alegar é fácil, provar é mais complicado. 

2 Comentários:

Às 12/09/17, 22:49 , Anonymous Abraham Chevrolet disse...

Quando é que,na tropa,as folhas de carga correspondem às existências? Se não sabe a resposta não fale do "roubo" de Tancos...

 
Às 13/09/17, 10:00 , Anonymous Anónimo disse...

Pessoalmente, o que mais me aguça a curiosidade, seria saber como é que o alegado episódio chegou à comunicação social, uma vez que, seguindo a tradição da tropa, o normal teria sido resolver interna, discreta e criativamente, o alegado desacerto entre as folhas de carga e as existências. Esta minha estranheza é potenciada pela publicitação do delicioso detalhe do "buraco na vedação". Tudo junto à persistência no enviesamento objectivo com que a CS continua a tratar o assunto, sinto no ar um odor a telenovela mexicana, e o incontornável desejo de conhecer argumentista e realizador desta produção de série B.

MRocha

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial