sábado, setembro 16, 2017

Subir de nível

Portugal nunca foi lixo, mas os mercados só respeitam o capital  e atiram para uma lixeira que inventaram os países que passam por dificuldades. A partir desse momento abandonam-nos à sua sorte e tem de ser o FMI a recupera-los para que os investidores recomecem a conceder crédito a esses países.

Portugal já passou por esse calvário várias vezes - duas depois do 25 de Abril - e a última é bem recente. 
Sair da lixeira é uma benesse para os ministros das finanças que deixam de ter problemas para financiar o país. 
As declarações de António Costa e do ministro Centeno refletem isso mesmo. Já a afirmação de Passos Coelho, garantindo que se os portugueses o deixassem continuar a governar teríamos saído da lixeira há mais tempo, são fruto da dor de cotovelo que o aflige desde que foi corrido e merecem uma sonora gargalhada.
As políticas que obtiveram os resultados que permitiram subir o nível do país não são apenas diferentes das políticas que governo PSD/CDS impôs. São opostas...

Com Passos continuaríamos no lixo. Os portugueses perceberam isso ao recusar-lhe um segundo mandato.

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial