quinta-feira, janeiro 08, 2015

Somos todos Charlie?

Infelizmente não.  Basta ouvi-los nos espaços de "opinião pública" da rádio e da televisão, ou ver o que se escreve nas caixas de comentários, para se concluir que a desculpa das caricaturas para justificar a matança tem, em Portugal, adeptos suficientes para nos preocupar. A liberdade ainda provoca engulhos a muita gente. 
Não é apenas a liberdade de informação que está em causa, embora as tentativas para impor um pensamento único aconteçam diária e ostensivamente. 
Esperemos nunca chegar a tragédias como a de Paris, mas não demos por adquiridos a liberdade,  a democracia, a justiça, ou os direitos individuais.  
A luta por estes direitos faz-se todos os dias, porque todos os dias são violados.

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial