domingo, janeiro 04, 2015

"Uma perda suportável"

No previsível cenário de mudança após as eleições gregas do próximo dia 25, a Alemanha só aceitará que a que a Grécia se mantenha no Euro (e na União Europeia?), se respeitar os compromissos com os credores internacionais. Entretanto vai dizendo que a eventual saída da Grécia seria uma perda suportável...
Não sendo de estranhar, face ao que tem sido a sua política, esta atitude demonstra quanto os alemães se julgam donos da Europa, dando-se ao luxo de descartar os países que esbocem levantar a cabeça do cepo da austeridade que lhes tem sido imposta.

Se o Syriza vencer as eleições e cumprir o que tem prometido - renegociar o acordo de resgate e anular as medidas de austeridade - não está garantido que todos os países da U.E. alinhem ao lado da Alemanha, pois nem todos são governados por totós..

Não me admiraria por isso que deste braço de ferro viesse a resultar algo de positivo para a União Europeia, que bem carecida está...

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial