domingo, setembro 24, 2017

Catalunha - o golpe de estado

Quem lidera o movimento independentista da Catalunha é o próprio governo autónomo, la Generalitat, uma instituição constitucional do estado espanhol. Ao rebelar-se contra a ordem constitucional do estado, os membros da Generalitat estão na prática a tentar um golpe de estado.
Embora se escudem no povo, a verdade é que os eleitores catalães estão muito divididos no que à independência da região diz respeito, havendo sondagens indiciando que a maioria está contra este referendo independentista.
Personalidades cujo catalanismo  é inquestionável, como Joan Manuel Serrat, já se declararam contra  este referendo por falta de transparência e democraticidade, responsabilizando o governo da Catalunha pela cisão que provocou entre o povo catalão.

A invocação de valores democráticos para justificar um referendo declarado inconstitucional é outro dos sofismas da Generalitat, que usa o poder constitucional concedido pelo estado espanhol para o desmembrar,  tentando impor a independência a uma região onde pelo menos metade dos cidadãos a rejeita.

Ao forçar um referendo ferido de ilegalidade, o governo catalão fecha as portas ao diálogo que é a única saída para o impasse a que se chegou.


0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial