sexta-feira, setembro 20, 2019

Magalhães, um português universal


A universalidade de Magalhães é reconhecida até aos nossos dias como prova o nome dado pela NASA à sonda lançada caminho de Vénus: Magellan.
Na sua viagem, que malogradamente não terminou, provou que a terra era redonda, deu nome ao oceano Pacífico, descobrindo a ligação ao Atlântico através do estreito que hoje tem o seu nome.
Quando iniciou a viagem Magalhães já era um navegador de experimentado, tinha combatido na Índia ao lado de Afonso de Albuquerque, e certamente ambicionava feitos maiores ao decidir lançar-se na aventura de dar a volta à terra.






quinta-feira, setembro 19, 2019

Brutal vs essencial

Sob o lema "o futebol é brutal, mas a escola é essencial", uma escola de Odivelas procura motivar os alunos para o estudo.
Se o aluno tem más notas, tem de ir à sala de estudo sob pena de ser impedido de treinar.

Ajudar o aluno a criar hábitos de estudo e de leitura é essencial para o seu futuro.
Portugal é  um país que lê pouco...

domingo, setembro 15, 2019

Debates eleitorais

Nos diferentes canais televisivos tem havido debates supostamente para esclarecer os cidadãos relativamente às eleições de outubro.
Em termos mediáticos tem-se evidenciado a  prestação do PAN (pessoas, animais e natureza?) que tem sido acusado de radicalismo "natural".
Na prática é um partido que, ao auto-excluir-se do sistema, nada lhe resta senão contestá-lo.
O problema é que não avança alternativas credíveis...

quinta-feira, setembro 05, 2019

Superiores interesses

Basílio Horta, presidente da câmara de Sintra, proibiu o acesso á serra de Sintra nestes dias de maior calor. Houve quem não gostasse da proibição, nomeadamente os detentores dos tuc-tuc turísticos que alugam a clientes para subirem á serra.

Apesar das atrações turísticas da Vila de Sintra, que são várias, a serra tem o charme da subida, por entre árvores únicas e  um verde explosivo, não esquecendo a imponência do panorama  que se vê lá no alto, da Ericeira á serra da Arrábida.
Pôr em risco este património mundial é  crime.

quarta-feira, setembro 04, 2019

Não há almoços grátis

Foi o que Rui Rio deixou claro na entrevista que deu á TVI.
A eventual colaboração com este governo está subordinada a contrapartidas não especificadas. Só não explicou muito bem a sua tolerância com a greve das motoristas das substâncias perigosas...

Acordos de regime em matérias estruturantes seria uma medida sensata, e, em alguns casos, parecem implícitos.
Noutros terão de ser os partidos a tomar a
iniciativa.

sábado, agosto 31, 2019

Intolerável?

Na defesa da legalidade, atribuição que lhe compete, o Ministério público detectou ilegalidades na constituição e funcionamento do Sindicato dos motoristas de matérias perigosas.
Numa estranha reação a uma decisão de natureza judicial, Rui Rio considera "intolerável" a opinião do Ministério público.
Porém, o que é mesmo intolerável é a arrogância do líder do PSD ao permitir-se criticar o Ministério público.

sábado, agosto 24, 2019

Políticos sem saberem

"Não sou político. Nunca fui político ao contrário de muitos".

O homem é um animal político. Alguns não se apercebem, ou fingem...

quarta-feira, agosto 21, 2019

Matérias perigosas

A ameaça de uma greve que vai afetar o abastecimento de combustíveis está de novo no horizonte.
A capacidade de diálogo de alguns intervenientes é notoriamente insuficiente para o desempenho dos cargos que ocupam...
O país é que paga.

terça-feira, agosto 20, 2019

Greve e aproveitamentos

A greve dos motoristas não terá causado muita perturbação, basicamente porque não passou da fase de ameaça.

Os motoristas já terão conseguido uma melhoria do preço dos fretes, mas para alguns sindicatos isso não será suficiente e mantêm a ameaça de greve. 

A falta de combustíveis provoca uma perturbação insustentável junto da população, gerando fenómenos de açambarcamento que põem em causa a segurança.
Manter a ameaça de greve sem necessidade é uma forma de chantagem.

sábado, agosto 17, 2019

Coincidências

"há mais de 12 mil policias e militares chineses perto de Hong Kong (mas a China diz que é coincidência)".

Já se percebeu que a China convive mal com a recente onda de protestos em Hong Kong, em rigor, protestos contra a integração da antiga colónia inglesa na China.
Quem esperasse um comportamento democrático do gigante asiático, desconhece o seu adn.

quinta-feira, agosto 15, 2019

Terrorismo grevista

Nesta greve dos transportes, mais concretamente de camionistas, parece haver várias agendas: enquanto algumas fações desejam chegar a acordo e conseguem-no, outras querem a continuação da greve para reforçar o poder pessoal de alguns intervenientes.
Já os topámos.


terça-feira, agosto 13, 2019

A vingança do pardal

Quando há uns dias aqui alertei para os sonhos de um pardal, não antevia que os sonhos dele seriam pesadelos nossos.
Agora andamos todos á procura duma bomba para atestar...

sexta-feira, agosto 09, 2019

Pardais ao ninho

Alguns nunca deviam de lá sair.
Quando os pardais se alimentam de  gasolina o resultado é desastroso.

quarta-feira, julho 03, 2019

O pai do Ford Mustang

Lee Iacocca morreu. O Ford Mustang não. Embora continuem a sair novos modelos, os originais não perderam valor.
A arte também se vê nos automóveis.

segunda-feira, junho 24, 2019

Desculpas esfarrapadas

A culpa é de quem vai para a bicha? Se o ridículo matasse, já estava morto.


terça-feira, junho 11, 2019

O pior 10 de Junho?

A escolha de João Miguel Tavares para encarnar as comemorações do dia de Portugal é uma decisão que em nada abona a perspicácia de Marcelo Rebelo de Sousa.
Obviamente não li nem ouvi o discurso deste traste pela simples razão que não lhe ouvi ao longo dos anos nada que preste.

O populismo reacionário que caracteriza as suas intervenções deveria ter alertado o presidente da república para o desacerto da sua escolha.
Mas um presidente populista só podia escolher outro populista.
Pouco a pouco lá se vai descaindo e o povo vai descobrindo o presidente que tem.

sábado, junho 08, 2019

"Jesus está chegando!"

Slogan da torcida do Flamengo à espera de Jorge Jesus no aeroporto do Rio de Janeiro.

sexta-feira, junho 07, 2019

Dia D

A operação tinha outros nomes - Neptuno, o desembarque, Overlord  o avanço  sobre a Normandia -, porém o que ficou para a posteridade para designar o dia 6 de junho de 1944 foi o "Dia D".
Enquanto a Alemanha nazi dominava da Rússia aos Pirineus, no outro lado do canal da Mancha ingleses e americanos formavam um exército de 156000 homens  para invadir a Europa.

O envolvimento dos Estados Unidos no conflito - que só aconteceu após o ataque japonês a Pearl Harbor (7/12/1941), e da derrota definitiva do Japão na batalha de Midway (4/6/1942)-, desequilibrou a favor dos aliados as forças em conflito no Europa

A segunda guerra acabou com o poder nazi na Europa e com o dos seus aliados japoneses no Pacífico.

As simpatias de Franco e de Salazar por Hitler terão evitado que o exército alemão atravessasse os Pirineus. Os aliados respeitaram essa suposta neutralidade, mas Portugal e Espanha não beneficiaram do plano Marshall...


terça-feira, junho 04, 2019

Trumpicida

Com um discurso marcadamente xenófobo e anti-europeu, Donald Trump não ajuda em nada o clima de paz e desanuvimento que devia almejar. Nem disfarça.
Aos políticos que não subscrevem o seu conservadorismo, não perde uma oportunidade para os criticar, como na sua recente visita a Londres.
Nem as simples regras de convivência respeita.




segunda-feira, junho 03, 2019

Felizmente há sardinhas

Como habitualmente, pelo Santo António, vamos a elas!

Provocadores

Provocadores e cobardia andam sempre de mãos dadas.
Desta vez calhou a João Félix, atleta do Benfica e da Seleção Nacional, ser a vitima.
O Benfica não é clube da minha simpatia, mas isso não é razão para pactuar com covardes.

domingo, junho 02, 2019

A piada dos "Tuk-Tuk"

Parecem carrinhos de golfe e já caíram no goto. Inicialmente viam-se na Baixa de Lisboa mas já alargaram o seu campo de ação a outras zonas turísticas, como Sintra, que tem na sua serra um património ambiental cuja influência se estende a Cascais e Lisboa.
Preservar esse património é obrigação de autarcas e outras autoridades.
Com o calor dos últimos dias, avisadamente o presidente do município proibiu a circulação automóvel na serra nestes dias.
Mais interessados em fazer dinheiro do que em evitar incêndios, os exploradores dos Tuk-Tuk tentaram desrespeitar a medida, chegando um deles a atropelar uma agente da polícia municipal.

Com a desculpa "estou a trabalhar", há gente que pensa que tudo lhe é permitido.

segunda-feira, maio 27, 2019

Razões de queda

A recente defesa da contagem de tempo de serviço reivindicada pela fenprof dividiu os partidos no parlamento, com o PS a ficar praticamente isolado na recusa das exigências dos docentes.

Pode ser coincidência, mas os partidos que defendiam essas exigências foram penalizados nestas eleições...


Justificações eleitorais


O voto falou. O PS ganhou, mas muito fica a dever a António Costa. Sem ele, a vitória talvez fosse conseguida, mas seria mais poucochinha. O grande trunfo do PS foi ele.


 Rui Rio não percebeu nada. Doutra forma não  teria feito campanha com Passos Coelho, o que ainda por cima foi elogiado por Paulo Rangel. Está tudo doido...

Quanto ao CDS levou um banho que não sei se chegará para baixar as cristas que gostam de cantar de galo.

domingo, maio 26, 2019

Viva a Taça






Desta vez, festa em Alvalade!

sexta-feira, maio 24, 2019

Caça aos elefantes

Todos se lembram que o anterior rei de Espanha, Juan Carlos, ficou ferido numa caçada aos elefantes no Botswana, algo que ele não queria que se soubesse mas o ferimento tornou público...
Também se sabe que avistar um elefante em liberdade no continente africano é cada vez mais difícil.
Em Angola, tive a felicidade de ver um em liberdade no Cuanza Sul e garanto que a sua imponência não tinha nada a ver com os acabrunhados que se exibem nos zoos.
Mas isso foi na década de 1960, quando a população de elefantes em Angola andaria pelos 70.000. Agora não chega aos 4000 e para se verem tem de se ir ao Cuando-Cubango, perto da fronteira nordeste do Botswana, a verdadeira reserva africana dos elefantes...

Suspender a proibição da caça a estes extraordinários animais, como acaba de fazer o governo do Botswana para satisfazer a procura do marfim, não é uma boa notícia, nem ajuda à conservação da espécie.


quarta-feira, maio 22, 2019

Simpatias e recusas

Nuno Melo nega simpatia pelo "Chega".
Mas recusa liminarmente o PCP e o BE, considerando estes, e não o outro, extremistas...

segunda-feira, maio 20, 2019

Homem pequenino, ou velhaco ou dançarino

Inicialmente recusou. Porém, temendo talvez as conclusões se o não fizesse, Rangel acabou por dançar o vira.
Safou-se...

sábado, maio 18, 2019

Comendas e encomendas

Levados pelo populismo do momento, os governantes tomam por vezes decisões que a breve prazo se mostram injustificadas.
Parto do princípio que a atribuição de condecorações e de outras distinções honoríficas se baseia em realidades objectivas e não no mero "feeling" de quem decide. Mas isso sou eu a falar...

O facto de estar e decorrer um processo visando a comenda de Joe Berardo é surpreendente: de facto nem a comenda foi atribuída recentemente, nem, que se saiba, o visado a requereu. Alguém lha deu, como terá acontecido com tantos outros...

sexta-feira, maio 10, 2019

Footballexit

Lá vai o tempo em que os clubes ingleses perdiam as provas da UEFA para os continentais. Este ano ganham tudo.

segunda-feira, maio 06, 2019

Contra natura

Numa colagem ao PCP e ao BE, o CDS e o PSD votaram contra uma proposta do governo que nega a contagem de tempo tal como os sindicatos dos docentes exigiam.
Apercebando-se da contradição ideológica que tal atitude consubstanciava, tendo até provocado alguma contestação interna, aqueles partidos acabaram por recuar, justificando-se com débeis argumentos orçamentais.

Como o governo justificou a sua decisão também por razões orçamentais, conclui-se  que estavam todos na mesma onda, mas custava-lhes assumir...

quinta-feira, maio 02, 2019

Se há eleições, há Sócrates

Paulo Rangel e Nuno Melo já se encarregaram de o trazer para a ribalta.
José Sócrates não é candidato ao parlamento europeu -creio que nunca foi -, mas, à míngua de melhor assunto, (ou de qualquer assunto), a direita desenterra os seus velhos papões.
Quem perde é o eleitorado, entretido  em lucubrações sobre fantasmas, em vez de ser esclarecido sobre os programas dos candidatos ao PE.
Ou será que não os têm?